quarta-feira, 26 de maio de 2010

Solidariedade com Garzón? Não!

Unai Romano. Antes e depois de ter sido torturado pela polícia espanhola.

Tenho recebido diversos e-mails e mensagens a pedirem a assinatura de um abaixo-assinado em solidariedade com o juiz Baltasar Garzón. Este juiz espanhol foi suspenso das suas funções por, entre outros motivos, tentar investigar os crimes do franquismo sobre os republicanos. Não tendo qualquer dúvida sobre a importância de se condenar o fascismo e os fascistas, não sou capaz de me sentir solidário com Baltasar Garzón.

Baltasar Garzón é um dos principais responsáveis pela ilegalização do Herri Batasuna e de vários partidos da esquerda independentista basca. É também responsável pela ilegalização do PCE(r). Baltasar Garzón é um dos principais responsáveis pelas centenas de cidadãos bascos inocentes que passaram pelos calabouços. É também responsável por silenciar e não investigar a tortura de que foram e são alvos milhares de cidadãos bascos. Baltasar Garzón é um dos principais responsáveis pela proibição de vários jornais e rádios bascos. É também responsável pela proibição de várias manifestações e acções de protesto, posteriormente alvos de violentas cargas policiais.

A Rádio Moscovo não apoia o juiz Garzón. Daqui, toda a solidariedade com as vítimas do franquismo e todo o apoio à abertura de uma investigação que é urgente.

2 comentários:

+uma disse...

Bem dito!

Finalmente tive oportunidade de aqui ver esclarecido de uma forma simples o que já julgava à tempos.

Tenho visto aí manifestações de solidariedade inclusive online que pouco me agradavam...

Haja esclarecimento. Obrigado!

A CHISPA ! disse...

Parabéns "Rádio Moscovo" pelo excelente texto que produziu,apoiamos inteiramente a sua opinião.
"achispavermelha.blogspot.com"
A CHISPA!