quinta-feira, 4 de setembro de 2008

República Socialista Soviética da Estónia

Passou-se na Estónia. Segundo a Agência Novosti e o sítio Aporrea, camponeses de duas aldeias proclamaram o restabelecimento da República Socialista Soviética da Estónia e pediram à Rússia o seu reconhecimento. Segundo o sítio digital da organização regional 'Comunistas de Petersburgo', os partidários da República Socialista Soviética da Estónia estão a recolher assinaturas nos documentos que proclamam a independência e vão entrega-los às autoridades russas para se celebrar um acordo de amizade e de ajuda mutua.

"A decisão da separação da Estónia burguesa foi tomada pelos camponeses Andres Tamm e Aine Saar, cujas aldeias se encontram no Nordeste do país perto da fronteira com a Rússia", acrescenta o sítio. Também cita Tamm: "Não queremos viver mais na Estónia burguesa onde ninguém se importa com o destino dos cidadãos mais pobres, onde cortam os bosques, onde impera o desemprego e a corrupção e onde manda a NATO e os norte-americanos". "O meu avô foi antifascista e combateu na clandestinidade e não posso conformar-me com que na Estónia se renda homenagem aos nazis", destacou.

Entretanto, os cidadãos das aldeias separatistas já formaram o seu governo soviético. Entre outros, foram convidados comunistas russos. Para já, foram constituídas as "milícias populares" para defender o novo "Estado".

2 comentários:

Anónimo disse...

Original: http://www.kplo.ru/index.php?option=com_content&task=view&id=612&Itemid=5

B-shit and lie, Petersburg communists just fool non-estonian-speakers, in the paper is written: "eesti NOOKOgUde SotciaLiStLiK VabaRiiK"
correct: "Eesti Nõukogude Sotsialistlik Vabariik" Nõukogude õ is o with tilde (like number 6, if it comes wrong in other encodings)
You can see - mixed big and small latin letters, like 1-st class childs write, additionally writer uses russian "s" ("c")

LGF Lizard disse...

Façam como fizeram na Geórgia. Os russos que lhes forneçam passaportes russos e depois invadam a pretexto de "defender" os cidadãos russos...