quarta-feira, 13 de maio de 2009

Contra o reformismo e a social-democracia, por uma outra Europa!

Ontem, a Rádio Moscovo dava conta de um documento histórico elaborado entre diversos Partidos Comunistas e Operários de toda a Europa. Nele ficava bem patente a caracterização política que estas organizações fazem da União Europeia. Mas também clarificava a sua posição perante partidos reformistas e oportunistas que integram o Partido da Esquerda Europeia (PEE). Hoje, publicamos uma animação criada por esse partido para a presente campanha eleitoral. Foi encontrada pela Rádio Moscovo no site do Partido Comunista de Espanha, organização que apela ao voto nos partidos que compõem o PEE, do qual faz parte o Bloco de Esquerda.

Naturalmente, a Rádio Moscovo apela ao voto esclarecido e combativo de todos os trabalhadores em organizações revolucionárias que lutam por uma outra Europa e pelo socialismo. Em Portugal, o Partido Comunista Português é o único que incorpora essas características.

Vejam a animação do PEE aqui.

8 comentários:

ComRevDe disse...

Até assusta ver tanta foice e martelo, pena que parte das forças comunistas se tenham perdido nos meandros da social-democracia, cabe às forças verdadeiramente comunistas e progressistas tomar as lides de um projecto que tenha em vista uma nova Europa.

filipe disse...

A animação que divulgas está bem feita. Pena é que colocada ao serviço de uma má causa, a do reformismo.
Quanto à U.E., tempo virá que a consideraremos irreformável, reclamando pela sua extinção e/ou pela saída do nosso país. Melhor dizendo, reclamando pela saída da U.E. de Portugal, pois foi mais esta que nos entrou portas adentro que nós nela...
Um abraço!

ComRevDe disse...

Filipe,

achas mesmo que num mundo completamente globalizado, um país socialista isolado conseguiria ter sucesso?

LGF Lizard disse...

Se nem quando dominavam metade do mundo tinham sucesso, o que vos leva a pensar que a vossa ideologia falhada teria sucesso num país isolado?
Aliás, o que vos leva a pensar que o povo vos passa cartão? Ninguém já papa ditaduras, polícias políticas, gulags e outras características do vosso "paraíso".
É por isso que a social-democracia é mesmo melhor. Consegue dar a liberdade que os cidadãos desejam mantendo o controlo estatal dos recusros considerados essenciais.

ComRevDe disse...

LFG Lizards - que manutenção de recursos essenciais? O Ensino que custa cada vez mais e cada vez mais é entregue a privados - passagem a fundação de ensino superior e entrega de escolas públicas à empresa Parque Escolar?

A Água, também ela lentamente entregue a privados - exemplo das Águas do Oeste?

A Habitação - totalmente nas mãos das Imobiliárias, com excepção da habitação social?

Os alimentos - totalmente entregue aos privados e por vezes recebendo subsídios para a não-produção?

A saúde - que sendo pública em Portugal já é entregue à tutela de privados em alguns casos, além do encerramento de locais de saúde pública e abertura de clínicas privadas e o florescer dos seguros de saúde?

A social-democracia não é senão a direita mais reaça a apresentar-se com uma cara e discurso agradável, porque os métodos e políticas são sempre os mesmos.

Não tivessem a imprensa do vosso lado e a sanha anti-classe trabalhadora dos governos de direita, que tudo faz para a dividir, e essa pseudo-democracia que é defendida seria derrubada pelos trabalhadores em menos de nada.

Mariana disse...

Esta lagartixa é mesmo cómica. Vejamos:
"Se nem quando dominavam metade do mundo tinham sucesso"
Refinadíssimo!
"Ninguém já papa ditaduras, polícias políticas"
Ui! ahahah! o réptil tem piada... ou será que está mesmo convencido do que diz? ai... é tão linda a nossa democracia! até nos deixam votar de às vezes (outras vezes nem isso).
É giro, é mesmo... umas vezes o PCP é subserviente doutros partidos comunistas, outras vezes diz que não chega a lado nenhum isolado... é como lhe dá na real gana... parece o Mário Soares.
"a liberdade que os cidadãos desejam" - ihihihih
"o controlo estatal dos recusros considerados essenciais" - ahahahahah

Admitamos, tem alguma simpatia, dedica imensa atenção a um grupo de pessoas a quem o povo não passa cartão.

LGF Lizard disse...

Oh COMREVDE, quem está a dizer que Portugal é exemplo? Se Portugal serve é como não devem ser feitas as coisas.
Para mim, o melhor exemplo vem dos países nórdicos.
E para a Mariana, para finalizar, prefiro viver mil anos no inferno da democracia portuguesa do que viver 5 minutos no vosso "paraíso".
O melhor do comunismo foram mesmo as anedotas. O resto, é apenas mais uma página negra do Grande Livro da História da Humanidade. Onde figura ao lado de sistemas e ideologias já mortos e enterrados, como o sistema esclavagista, o sistema feudal ou o nacional-socialismo. E o que têm em comum a vossa ideologia falhada e estes sistemas? O incontável número de vítimas (perdão, "erros") que causaram.
E não esquecer, quando nas eleições, o BE vos passar à frente e ser o principal partido de esquerda, aí quero ver como é vão descalçar a bota.... outra vitória moral, no estilo das vitórias morais dos últimos 35 anos, não é verdade?

filipe disse...

Ao LGF Lizard:
Curiosa e significativa, esta simpatia final pelo BE, por parte de quem se revela tão cavernículo anti-comunista, ainda com a cartilha macarthysta, do tempo da guerra fria. Haja paciência!

Para o ComRevDe:
Desculpa o atraso em responder-te.
Falando da saída de Portugal da U.E., falava deste Portugal que ambiciona retomar os interrompidos caminhos de Abril, não de um país socialista. Mas, claro que acho mesmo que será possível vivermos muito melhor, independentes, soberanos, senhores das nossas relações políticas e económicas com os outros países e povos. E não nos faltarão - cada vez mais - povos e países amigos, como nós anti-imperialistas.
Globalização, só existe realmente uma: a do capital, a do imperialismo. Os trabalhadores e os povos defendem os seus estados nacionais, aí se travam as justas lutas da sua emancipação económica, social e política.
Quanto a um futuro país socialista, lembro-te que a União Soviética existiu e avançou quase três décadas inteiramente só. E o exemplo heróico de Cuba, depois da derrota do campo socialista, aí está, de pé.
Um abraço.