domingo, 6 de junho de 2010

Oportunismo de Fernando Nobre

Numa entrevista a vários órgãos de comunicação social, Fernando Nobre diz que se distingue dos outros candidatos por não fazer parte do sistema. O candidato à Presidência da República é de um oportunismo atroz. Típico de quem tenta passar entre as gotas da chuva para não se molhar, Fernando Nobre já havia sustentado a tese de que é o melhor candidato por não ser de nenhum partido. Entende que não é de esquerda nem de direita.

Mas Fernando Nobre é do sistema. Não só é do sistema como sempre pactuou com ele. Já participou em convenções do PSD, já foi membro da Comissão de Honra da candidatura de Mário Soares à Presidência da República, já foi mandatário da candidatura do BE ao Parlamento Europeu, apoiou a candidatura do PSD à Câmara Municipal de Cascais e faz parte de uma associação monárquica. Só se deixa enganar quem é parvo.

6 comentários:

Anónimo disse...

Olá Pedro!
Ainda me recordo de alguns comentários deste senhor, aquando de uma provocação de Vital Moreira a uma manifestação do 1.º de Maio em 2009.
O seu discurso dessa altura era fortemente anti-comunista.
A sua candidatura pareceu-me oportunista, mas não creio que ganhará muitos votos, pois este senhor tem uma fisionomia pobre e um perfil mais adequado a qualquer cargo desportivo, do que presidencial.
Não deixo de pensar se a candidatura deste senhor foi feita, com ideia de baralhar e confundir algum eleitorado da esquerda, de modo a reconduzir Cavaco Silva ao 2.º mandato.

Anónimo disse...

Desculpa lá, Pedro.
Não assinei a minha mensagem.
Um abraço do
Jorge

A CHISPA ! disse...

O capitalismo usa sempre os seus homens de serviço, para alcançar os seus objectivos,Fenando Nobre é apenas mais um.
Mas há outros mais que se dizem de esquerda,mas também são do sistema.
Veja só esta tirada, de Ruben de Carvalho, membro do CC do PCP,há poucos dias atrás no programa da SIC "Frente a Frente" com Angelo Correia do PSD, quando se comentava as quatro propostas saidas das jornadas parlamentares do PCP realizadas no Algarve;
"Apresentamos estas propostas,mas não se pense que o PCP está contra a recuperação económica, ou contra a reducção do déficit público, o que entendemos é que deve haver mais moralização e mais EQUIDADE nas medidas que se devem tomar,para que não sejam sempre os mesmos a pagar os custos da crise."
Gostaria de saber qual a sua opinião sobre isto.

"achispavermelha,blogspot.com"
A CHISPA!

leituracapital disse...

Acrescento que ele pertence à maçonaria.

Nelson Ricardo disse...

Ao povo e aos trabalhadores portugueses, só serve os seus interesses quem é fiel a uma ideologia de classe.

Dalaiama disse...

Que horror!
«apoiou a candidatura do PSD à Câmara Municipal de Cascais» para mim isto diz tudo!