terça-feira, 27 de outubro de 2009

Anti-comunista do mais furioso que se pode encontrar

"O PM Soares, de Portugal, visitou-nos. É muitíssimo impressionante. É socialista, mas procura investimento privado para a indústria de Portugal e é um anti-comunista do mais furioso que se pode encontrar. É um grande apoiante do nosso país e do Ocidente. Tivemos boas e proveitosas reuniões."

Ronald Reagan, no seu diário pessoal.

9 comentários:

Nelson Ricardo disse...

Caso para dizer, olha que dois...metidos numa mala e enviados pra uma ilha perdida na Polinésia sem possibilidade de voltarem não se perdia nada.

A História há-de julgar as acções destes dois senhores.

Membro do Povo disse...

Grande mentiroso que é Soares, até convenceu os Americanos que era socialista!

LGF Lizard disse...

A História já julgou Reagan... e este é considerado um dos melhores presidentes que os EUA já tiveram... acabou com o império soviético e com o comunismo e ganhou a guerra-fria. Devolveu os EUA ao seu lugar natural de potência líder mundial.

Membro do Povo disse...

Os americanos que recolham os louros de quem quiserem: Quem derrubou a união soviética foi Gorbashov e outros antes dele.

Só te respondi porque reconheces a potencia mundial que foi a URSS, já agora espera até copiarmos o sistema de saúde da "potencia líder natural" a que te referes... Já agora: Sabes qual a divida americana perante a China?

LGF Lizard disse...

Não reconhecer que a URSS foi uma superpotência mundial é uma pura estupidez. Assim como não reconhecer a ascensão da China (comunista por fora mas capitalista por dentro) é outra estupidez. O mesmo se poderia dizer da União Europeia, se os europeus tivessem vontade para tal.
Já agora, o nosso sistema de saúde deve ser tão bom... nem sei porque razão os portugueses dizem cobras e lagartos dele. Deve ser por embirração...
Em relação à dívida americana para com os chineses, tal não me faz perder um minuto de sono. É mais preocupante o número de desempregados em Portugal devido aos acordos de comércio com os chineses, onde estes utilizam claramente dumping ambiental e laboral. Basta ver os crimes contra o ambiente e a maneira como os trabalhadores são tratados na China. E são comunistas....

Membro do Povo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Membro do Povo disse...

Não fujas à conversa, é incrível como tentas expor factos alheios para esconderes a tua ignorância!

1) Não sou defensor - nenhum comunista é - de um sistema nacional de saúde claramente degradado como o nosso, mas bem pior será ver o nosso serviço nacional de saúde ser privatizado. Há uma tentativa clara de o fazer, e se concordas com isso vê a situação dos USA.

2)Referi-me à divida externa dos EUA para levantar uns ares de que esse país se calhar até não é a natural "potencia líder mundial" como tu a referis-te, mas é melhor que investigues isso um bocadinho melhor... não é para te tirar o sono, é para não meteres água.

3) A China (cujo sistema político não é para aqui chamado, mas não resistes porque não sabes muito sobre o assunto de que se falava)
teve claramente uma revolução comunista - com claros desvios para algo que não foi capitalismo mas antes um desrespeito (quase birra infantil) pela autoridade instituída tentando instaurar uma nova autoridade, isto mesmo nos assuntos que não diziam respeito às condições de trabalho, ou seja: quiseram também mudar o que não valia a pena mudar; deu mal e a República Popular Chinesa deu um gigantesco passo atrás na direcção do capitalismo, daí que que hoje em dia a China - e o seu governo admite-o, não é comunista mesmo estando um Partido Comunista no poder, no entanto tenciona - e faz esforço nesse sentido - de se tornar num país socialista rumo ao comunismo!

4) Quanto aos acordos económicos que estão a lixar Portugal (um dos muitos...), não estou a ver o exercito Chinês a apontar armas ao nosso país e a obrigar-nos a aceita-los. Vejo antes uma serie de políticas de direita que desmantelaram o nosso sistema produtivo, querem desmantelar o que resta dele, e permitem que estrangeiros (sabes que os chineses não são os únicos, certo? actualmente são talvez os que o fazem em maior escala, mas antes deles houveram muitos outros) escoem para Portugal toneladas de produto de produção barata à custa de trabalho precário!

Se pensas responder-me evocando a ida à Lua ou a possível ida a Marte eu não te respondo, o mesmo conta para qual quer outro assunto que não diga respeito a esta conversa. Tenta apenas contrapor-me apresentando factos verossímeis de forma empírica. Esta foi a ultima vez que respondi a afirmações cheias de demagogia e falta de conhecimento da tua parte!

LGF Lizard disse...

Para começar, o respeitinho é bom e eu gosto.
Primeiro, o melhor sistema de saúde do mundo é nórdico. Não é o sistema cubano, soviético, americano, chinês ou marciano que vai roubar essa distinção.
Segundo, o facto de os americanos terem uma dívida (por muito grande que seja) aos chineses não altera em anda a sua posição de superpotência mundial. Aliás, nem tão cedo algum país conseguirá suplantar os EUA. E é uma relação simbiótica entre americanos e chineses, pois aos chineses não interessa que os americanos deixem de lhes comprar, como não interessa aos americanos que os chineses deixem de lhes emprestar dinheiro.
Terceiro, deverias saber melhor que os chineses pregam uma coisa, mas fazem outra. Dizem-se comunistas, mas são mais capitalistas do que os próprios capitalistas. E ninguém na China pensa voltar aos tempos de Mao...
Em quarto lugar, a deslocalização de industrias de Portugal (e do resto da Europa) para o Extremo Oriente tem sido um dos grandes problemas que a UE se tem deparado. O baixíssimo custo de mão-de-obra compensa. E a falta de mecanismos de protecção dos trabalhadores ajuda e bastante. Mas não são só os europeus a lidar com o problema. Os americanos também o têm. É que para as multinacionais, fica muito mais barato abrir uma megafábrica na China do que fazer o mesmo na Europa ou nos EUA. Basta veres os produtos de electrónica. Verá marcas americanas, japonesas, coreanas, alemãs, holandesas.... mas tudo "made in china".

Membro do Povo disse...

É engraçado como dizes isso a respeito do melhor sistema nacional de saúde sem estar em causa qual o melhor... Mas obrigado pela informação!

Deslocalização de empresas???
Então não há hipótese (estou a dar um exemplo hipotético, não uma sugestão concreta) de tornar menos rentável a venda de produto de fabrico estrangeiro em território nacional cobrando imposto sobre a importação às empresas nacionais que produzem no estrangeiro? Isto iria garantir uma menor deslocalização das fábricas e mais emprego para o país. Mais uma vês saliento: O problema da deslocação das empresas é um problema causado por políticas de direita que simplesmente deixam que isso aconteça!

Quanto aos chineses, sabias que aqueles que têm lojas no estrangeiro recebem apoios sociais do estado chinês a troco da venda de produto de fabrico nacional (das fábricas do estado)? como é que isto se chama? há pois é! uma medida socialista!

Para acabar eu disse que responderia a mais disparates teus, opiniões mal fundamentadas e demagógicas, mas apeteceu-me dar pancada a mortos...
Peço desculpa aos meus camaradas por ter respondido a este individuo apesar de ter implorado a todos que não o fizessem, e declaro que a partir de agora honrarei a minha palavra e não o farei mais!!!