terça-feira, 20 de maio de 2008

Hugo Chávez e as FARC-EP

Mais uma vez, escrevi um e-mail ao Provedor da RTP do Telespectador. Não é possivel que, sem qualquer fundamento, a televisão pública noticie que as FARC-EP foram financiadas e apoiadas militarmente por Hugo Chávez. Fizeram-no, primeiro, antes do relatório da Interpol e fizeram-no, depois, reproduzindo a manipulação que outros órgãos fizeram das conclusões da instituição policial internacional.

Antes de mais, a Interpol não pôde provar que os computadores pertenciam a Raúl Reyes. Depois, o relatório concluiu que mais de 48 mil arquivos achados foram manipulados. Tudo para não estragar a bela receita mediática contra Hugo Chávez e Rafael Correa. Há que criar as condições para que uma intervenção norte-americana seja vista, nada que não conheçamos já, como uma resposta ao terrorismo em nome da liberdade. Pois, claro.

2 comentários:

pedras contra canhões disse...

e hoje o público anunciava como grande vitoria a renúncia de uma guerrilheira a que chamava "a mais sanguinária guerrilheira" da Guerrilha que há muito abandonou a política e enverdou pelo narcotráfico.

Pedro Bala disse...

No Iraque, a coisa também está sempre melhor. Como no Afeganistão. Mas continuam a morrer norte-americanos. Pensando bem, a coisa está mesmo sempre melhor...