sexta-feira, 17 de abril de 2009

A revolta é saudável!


La Rage, por Keny Arkana

A revolta é saudável porque demonstra que somos moral e eticamente sãos. A revolta é saudável porque ninguém pode ficar indiferente à tragédia humana que provoca o capitalismo. A revolta é saudável porque nasce do desejo de enterrar a injustiça e de semear um mundo melhor. E foi dessa revolta, desse sentimento de fúria e de raiva que nasceu em Marselha o colectivo musical urbano La Rage du Peuple a que pertence Keny Arkana.

2 comentários:

ComRevDe disse...

É bom ver que o espírito de luta está a voltar às massas e que são as gerações mais novas que a reclamam para derrubar o capitalismo.

Aquele espírito inconsequente e boémio do Maio de 68 está finado, as populações a nível mundial estão de novo a recuperar a consciência de que sem acção baseada na luta de classes não existe transformação social e política benéfica para o povo e para a classe trabalhadora.

filipe disse...

Vivam a revolta, a insubmissão, a rebelião - e viva a revolução, expressão última das anteriores e que as concretiza numa ruptura, numa mudança qualitativa e de fundo, transformando o velho no novo.
É bem verdade que as lutas estão em crescendo, com os trabalhadores e os povos mais mobilizados e determinados, lutas que são a forma organizada e consequente da revolta e que acabarão por impor as transformações revolucionárias, hoje tão necessárias e urgentes.
Abraço.