sexta-feira, 10 de julho de 2009

Já se sabe o preço da Fundação José Saramago

Há quem se venda por um prato de lentilhas. Outros, vendem-se pela Casa dos Bicos. Prefiro mil vezes a verticalidade de um operário anónimo à traição de um qualquer intelectual, mesmo que seja um Prémio Nobel da Literatura. Que diriam agora os personagens de Levantado do Chão?

12 comentários:

Anónimo disse...

É o fenómeno do "voto útil", também usado na campanha das legislativas de 1995, pelo PS de António Guterres para derrotar o PSD de Fernando Nogueira.

luissting disse...

E dos fados do Carlos do Carmo também. O CM teve até o requinte d anunciar o apoio destes burgueses (vermelhos?!?!) a A. Costa em páginas direitas seguidas. Ninguém precisa de inimígos com amigos assim. Ary & gente igual merecem bem melhor do que esta carneirada vaidosa acomodada e agora ajudante do sistema, do combate ao PCP.São comportamentos, no mínimo, doenyios e nada recomendáveis, isso de ser muleta de um cadáver neoliberal chamado PS, com ou sem A. Costa.

filipe disse...

Concerteza, tais personagens renegariam o seu criador, talvez dizendo-lhe que não foram eles mas sim ele que os traiu.
Domingos Mau-Tempo e Sara Conceição, João Mau-Tempo e Faustina, Manuel Mau-Tempo e Gracinda, todos aí seguem connosco, não nos traíram nem nos traírão.
Tal como Baltazar e Blimunda, que sempre nos farão sonhar, sempre continuarão connosco.
Quanto ao seu criador, coitado dele, de facto já não os merece - nem nos merece a nós.
Um abraço.

Anónimo disse...

Saramago já fez o mesmo no passado em relação à Izquierda Unida, pedindo o voto no PSOE de Zapatero.

joaquim d'odemira disse...

Com este gestos o respeito por eles claro diminui.Esperemos que pelo menos votem CDU para a Assembleia Municipal.Era o mínimo que podem fazer para minimizar a sua actual fraqueza politica.

rafa hortaleza disse...

Caros camaradas, eu compreendo deste post que Jose Saramgo está suportando o outro partido em vez de PCP em uma eleição portuguesa. Que eleição é aquela? Você tem uma link à notícia que diz esta? Me gustaría falar de isso en meu blog.

Eu escrevi-o a Jose Saramago que pergunto porque suportou PSOE em vez de Izquierda Unida nos últimos elecctions espanhóis.

Você tem toda a informação (pergunta e resposta) nesta link a meu blog:

Fiesta PCP: homenaje a Saramago y carta

Respuesta de Saramago

Saludos desde España

Pedro Bala disse...

Rafa, o Saramago apoia, em Lisboa, o Partido Socialista para as eleições municipais.

Boots disse...

Este era o senhor que dizia que se deviam expulsar os militantes comunistas que ofenderam o Vital Moreira no 1º de Maio, e agora pergunto o que se deve fazer a quem apoia o seu inimigo de classe... ou vamos a ver e não será assim tão inimigo, quiçá?

Anónimo disse...

Talvez não seja má ideia intitular o seu próprio livro, "Ensaio sobre a velhice".

Anónimo disse...

Poderá considerar-se um "bico" pela casa dos bicos...

Luis disse...

A obra DEVIA ANTES CHAMAR-SE «ENSAIO SOBRE A SENILIDADE». Mas quem tudo faz para ser expulso não deve ter tamanha satisfação. É sempre o tempo que acaba por dar razão ao PCP, nestes casos, deixando evidente quem trai o povo e os explorados desta terra,quem trai os «levantados do chão»,quem trai os que lutam para contruir uma sociedade SOCIALISTA e não uma trampa social-democrata que passo a passo cede terreno à extrema-direitam, como nos anos '30 do século passado, na Europa, com particular incidência e importancia na Alemanha de Weimar.Ele sabe disto muito mais do que eu, e isso é imperdoável, para mim.
Por mim, ficava com a «Sara», se fosse boa e gira, e borrifava-me no «mago», eheheheheh! Avante, companheiros! Temos a força da razão e basta perfeitamente.

André disse...

o Vírus na cabeça do Saramago parece que agrava-se.

Eu defendo uma coligação em LX da esquerda mas com as coisas bem assentes e não numa muleta qualquer do PS (O Zé faz FALTA! - Lembram-se).

Sim uma coligação sim, mas com a arrogância do PS as coisas não vão a bom porto, o que diria o pai do António Costa ou do Ricardo Costa?
Provavelmente deserdava os filhos. (era militante do PCP).

Coligação em pé de igualdade, é bom não esqueçer que o PCP e a APU/CDU era bem mais forte que o PS e eles ficaram com a presidência da Câmara durante quantos anos?

Saramago, princípios não se vendem!

O que diria o meu camarada Domingos Caldeira tantos anos a trabalhar na Capital?